Sporting vence Belenenses SAD mas desperdiça goleada

Gonçalo Inácio e João Palhinha marcaram os golos com que o Sporting venceu o Belenenses SAD, por 2-0, em jogo da terceira jornada da I Liga portuguesa, em Alvalade.

O jovem central do Sporting inaugurou o marcador logo aos sete minutos, após assistência de Rúben Vinagre, e João Palhinha fez o resultado final logo no recomeço após o intervalo, aos 48.

Com este triunfo, o campeão nacional Sporting continua cem por cento vitorioso no campeonato, somando vitórias em todos os três jogos realizados até ao momento, ao contrário do Belenenses SAD, que somou a terceira derrota e ainda não tem qualquer ponto conquistado na prova.

O Sporting entrou pressionante no encontro e rapidamente tomou conta do encontro e encostou o Belenenses SAD 'às cordas'. Perante a avalanche leonina, a estratégia de Petit de adiar o primeiro golo leonino ruiu rapidamente e aos sete minutos Gonçalo Inácio colocou os campeões nacionais na frente do marcador.

Na sequência de um canto, depois de um corte da defesa 'azul', Rúben Vinagre, com um cruzamento tenso teleguiado, colocou na cabeça do central, que não perdoou, com Luiz Felipe a falhar a antecipação.

O golo não abrandou a equipa 'verde e branca' e, poucos minutos depois, uma arrancada fulminante de Matheus Nunes deixou Esgaio na 'cara do golo', mas o lateral atirou ao lado.

Passados os primeiros 20 minutos, a equipa de Petit conseguiu respirar melhor, o Sporting aliviou um pouco a pressão, mas sem nunca ser verdadeiramente incomodado pelo Belenenses, equipa que esteve sempre curta em campo.

Paulinho, Pote e Nuno Santos perderam boas chances de ampliar a vantagem leonina, o que só aconteceu na segunda parte. Se a ideia do Belenenses era recomeçar a partida na procura do empate, Palhinha destruiu o 'sonho' logo aos três minutos da segunda parte.

Na cobrança de um livre, Pote colocou na grande área e Palhinha, à segunda tentativa, ampliou para 2-0 e praticamente arrumou a questão do vencedor do encontro em Alvalade.

Tal como no primeiro tempo, logo nos lances seguintes, o Sporting podia ter aumentado o resultado, mas Paulinho, muito móvel na frente de ataque, mas perdulário na finalização, desperdiçou a melhor dessas ocasiões: só com Luiz Felipe pela frente, o avançado do Sporting vacilou e Luiz Felipe impediu o 3-0 com uma defesa fora dos postes.

Mesmo assim, o Sporting esteve sempre no comando do jogo, o Belenenses nunca ameaçou o golo e menos ainda a vitória, com Rúben Amorim a aproveitar para refrescar a equipa, fazendo entrar Porro, Nuno Mendes e Jovane Cabral.

Até ao fim, o Sporting continuou a somar pontos na estatística da posse de bola e a desperdiçar algumas boas possibilidades de golear, com Pote a protagonizar a última, já com o Belenenses SAD já reduzido a dez jogadores, depois de expulsão de Taira por falta violente sobre Palhinha.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG