Sporting desmente Cabrita. "Lamentável profundo desconhecimento do ministro"

Clube de Alvalade garante que não apenas colaborou com investigação da IGAI sobre festejos como até o fez por duas vezes.

O Sporting desmentiu esta sexta-feira ao fim da tarde o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, que tinha afirmado, citando o relatório da IGAI, que o clube se recusara a colaborar com a IGAI nas investigações à ação da PSP durante os festejos do campeonato nacional.

Em comunicado publicado ao fim da tarde no site oficial do clube, o clube de Alvalade garante que não apenas colaborou com a investigação, como o fez por duas vezes.

Para o Sporting, as palavras de Cabrita "são de extrema gravidade", sendo "lamentável o profundo desconhecimento que o ministro revela dos factos sucedidos que resultaram na transmissão à esfera publica de informações que, em nada, correspondem ao realmente sucedido".

Isto porque, diz o clube de Alvalade, "o Sporting recebeu um ofício da IGAI a 21 de maio, sem indicação de prazo de resposta. A resposta data de 9 de Julho".

Antes, "no dia 1 de junho de 2021, a IGAI contactou o Oficial de Ligação aos Adeptos (OLA) do Sporting. No dia 14 de junho, a IGAI insistiu por uma resposta e a mesma foi enviada nesse dia por parte do nosso OLA".

Ainda segundo o mesmo comunicado, "no dia 17 de junho o diretor de segurança do Sporting prestou declarações durante 2 horas perante 3 inspetores, após convocatória do MAI no âmbito do dito inquérito".

O clube lembra que "o relatório da IGAI deu entrada no MAI no dia 12 de julho não fazendo nota destas respostas"

"Ou seja, não só o Sporting CP prestou informação diretamente, como o fez através do seu diretor de segurança e do seu OLA", garante o clube.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG