Sérgio Conceição aponta a um recorde e ao apuramento

Vencer esta terça-feira o Atlético de Madrid garante ao FC Porto o apuramento para os oitavos de final, mas empate até pode chegar. Treinador à beira de superar Jesualdo Ferreira.

O FC Porto recebe esta terça-feira à noite o Atlético de Madrid no Dragão (20.00, Eleven Sports1) com objetivo de assegurar presença nos oitavos de final da Liga dos Campeões e garantir um encaixe de pelo menos mais 9,6 milhões de euros, que é o prémio da UEFA para as equipas que seguem em frente na competição. Isto num jogo onde o treinador Sérgio Conceição pode bater um recorde.

As contas são muito simples. A equipa de Sérgio Conceição depende unicamente de si e em caso de vitória apura-se para os oitavos de final. No entanto, o empate também pode bastar, desde que no outro jogo do grupo B, em San Siro, o AC Milan não vença o Liverpool. Caso o FC Porto seja derrotado no Dragão, pode garantir o terceiro lugar e o consequente apuramento para o playoff de entrada na Liga Europa, mas também neste caso precisa que o AC Milan não triunfe.

Quanto a Sérgio Conceição, em caso de vitória, passa a ser o treinador do FC Porto com mais triunfos somados em jogos da Liga dos Campeões, passando a somar 17, mais um do que Jesualdo Ferreira. "Não significa nada, zero. Não ligo a estatísticas. Festejamos títulos, não festejamos vitórias, nem recordes. Só por significar a passagem aos oitavos é que fico muito feliz", assegurou o treinador portista, lembrando que pela frente estará esta noite o Atlético de Madrid que é "o campeão espanhol em título". "Olhando para os nomes que compõem o plantel do Atlético de Madrid, acho que não deixa duvidas quem será o favorito", começou dizer, lembrando no entanto que "isso é o plano teórico, porque no plano prático, quando o árbitro apitar, quem for mais competente vai ganhar o jogo". "Será um jogo competitivo, no qual as duas equipas precisam de ganhar para passar", recordou.

Para esta partida, Sérgio Conceição já sabe que não poderá contar com o extremo brasileiro Pepê, que acusou positivo à covid-19, pelo que irá falhar o jogo. Mas os problemas não se ficam por aqui, uma vez que Grujic e Marcano são baixas confirmadas, sendo que em dúvida permanece o capitão Pepe. Ainda assim, o técnico acredita no apuramento, frisando que a sua equipa até "já merecia" estar apurada. Para este jogo decisivo, deixou uma certeza: "Temos de andar todos à mesma velocidade, que é de alto nível. E não se compadece andarem uns a uma velocidade e outros a outra."

Simeone elogia dragões

O Atlético Madrid parte para este jogo com problemas a nível de lesões de jogadores, sobretudo no eixo da defesa, com apenas um jogador disponível: Mario Hermoso. "Gimenez não vai jogar. Apesar de ter indisponíveis três de quatro centrais, tenho um grande grupo de homens que saberão jogar para ganharmos o jogo", disse ontem Diego Simeone, considerando que o FC Porto "é mais favorito" pois tem mais um ponto.

"O FC Porto tem uma equipa extraordinária, como tem demonstrado em épocas anteriores, e muito bem orientada por Sérgio Conceição. Equilibrada, com muita gente a recuperar a bola e rápida no contra-ataque. Joga com intensidade e com muita velocidade. Temos que encontrar o caminho para nos sentirmos bem em campo. Controlar o jogo. Temos uma partida importante com um rival muito competitivo, que está em primeiro na liga portuguesa", disse.

O historial de confrontos entre o FC Porto e o Atlético de Madrid (sete na Champions e dois na extinta Taça das Cidades com Feiras) é ligeiramente favorável aos espanhóis. Nos nove jogos disputados, os colchoneros venceram três, os dragões dois e registaram-se quatro empates. Os dois triunfos dos azuis e brancos foram garantidos numa eliminatória da liga milionária na temporada 2008-09. No Dragão, o FC Porto venceu por 2-0, com golos de Falcao e Rolando. E no Vicente Calderón a equipa então treinada por Jesualdo triunfou por 3-0, golos de Bruno Alves, Falcao e Hulk.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG