MotoGP regressa a Portugal a 18 de abril

O circuito de Portimão está no calendário oficial de MotoGP para este ano. Vai acolher a terceira prova do mundial de motociclismo, de 16 a 18 de abril. O presidente da Federação Internacional do Motociclismo, o português Jorge Viegas, diz ter "esperança" de que possa haver público.

É oficial. Portugal volta a receber MotoGP. A organização revelou o calendário oficial e o Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão, vai receber um Grande Prémio de MotoGP a 18 de abril. Será o terceiro da temporada e o primeiro na Europa.

Na época passada, o circuito de Portimão foi o palco da última prova do mundial de MotoGP, que o piloto Miguel Oliveira (KTM) venceu. O português arrebatou o segundo triunfo na classe rainha do motociclismo de velocidade, depois do triunfo em Estíria, na Áustria, a 23 de agosto.

De acordo com o calendário oficial agora apresentado o mundial de motociclismo começa no Qatar, com duas provas, o GP Qatar (26 a 28 de março) e o GP Doha (2 a 4 de abril), ambas no circuito Iinternacional de Losail.

Presidente da Federação Internacional do Motociclismo espera que possa haver público

O Autódromo Internacional do Algarve, em Portugal, vai acolher a terceira prova do mundial, de 16 a 18 de abril, antes da competição passar pelo circuito de Jerez-Angel Nieto, em Espanha, diz a organização do campeonato (Dorna) e a Federação Internacional de Motociclismo (FIM).

O presidente da Federação Internacional do Motociclismo (FIM), o português Jorge Viegas, diz ter "esperança" de que possa haver público no Grande Prémio de Portugal de MotoGP de 2021.

"Neste momento, ainda não sabemos se poderá haver público, mas a verdade é que tenho a esperança de que a situação no nosso país vá melhorar de tal forma que possamos dar essa alegria aos portugueses, de verem o Miguel Oliveira e todos os outros fantásticos pilotos ao vivo", assumiu Jorge Viegas à agência Lusa.

O dirigente máximo do motociclismo mundial já em dezembro tinha antevisto que "dificilmente" seria possível realizar as provas previstas no continente americano, pelo que Portugal estava na linha da frente para regressar ao campeonato, com o Autódromo Internacional do Algarve (AIA), em Portimão, como circuito de reserva.

"Estou muito contente que a minha previsão do ano passado se vá concretizar, pois o circuito de Portimão foi do agrado generalizado de todos, pilotos e equipas de MotoGP", frisou Viegas.

"Portugal vai continuar na rota dos grandes eventos, num regresso à normalidade que todos desejamos seja o mais breve possível", concluiu Jorge Viegas.

De circuito suplente a efetivo devido ao agravamento da pandemia na Argentina e EUA

O adiamento das corridas marcadas para Argentina (11 de abril) e Estados Unidos (18 de abril), devido ao aumento de casos provocados pela pandemia do novo coronavírus, promoveu o Autódromo Internacional do Algarve de suplente a circuito efetivo do campeonato.

Portugal vai acolher a terceira etapa do Mundial de MotoGP, que arranca em 28 de março, em Losail, no Qatar, o mesmo circuito que vai receber a segunda etapa, o GP de Doha, em 04 de abril.

Esta vai ser a 15.ª edição do Grande Prémio de Portugal de MotoGP, depois de 12 edições, entre 2002 e 2012, terem sido disputadas no autódromo do Estoril e a de 1987 no circuito de Jarama, em Espanha.

O calendário do Mundial de MotoGP de 2021 tem agora previstas 19 corridas, mantendo como reserva o circuito de Mandalika, na Indonésia, e aguardando pelo reagendamento das provas na Argentina, nas Termas de Río Hondo, e nos Estados Unidos, no circuito das Américas.

O campeonato encerra em Valência, em 14 de novembro, depois de a temporada de 2020 ter terminado em Portimão.

O espanhol Joan Mir (Suzuki) é o detentor do título mundial, depois de ter sucedido ao compatriota Marc Márquez, campeão em 2013, 2014, 2016, 2017, 2018 e 2019.

Miguel Oliveira, que vai alinhar na equipa de fábrica da KTM, depois de dois anos na satélite Tech3, concluiu a sua segunda temporada na categoria rainha do motociclismo no nono lugar da classificação de pilotos, depois de se ter estreado com o 17.º posto, em 2019.

Calendário do campeonato do mundo de motociclismo de velocidade de 2021, na categoria de MotoGP:

28 março: GP do Qatar, Losail.

04 abril: GP de Doha, Losail.

18 abril: GP de Portugal, Portimão.

2 maio: GP de Espanha, Jerez de la Frontera.

16 maio: GP de França, Le Mans.

30 maio: GP de Itália, Autódromo de Mugello.

6 junho: GP da Catalunha, Barcelona (Espanha).

20 junho: GP da Alemanha, Sachsenring.

27 junho: GP dos Países Baixos, Assen.

11 julho: GP da Finlândia, KymiRing.

15 agosto: GP da Áustria, Red Bull Ring-Spielberg.

29 agosto: GP da Grã-Bretanha, Silverstone.

29 agosto: GP da Grã-Bretanha, Silverstone.

12 setembro: GP de Aragão, Motorland Aragón (Espanha).

19 setembro: GP de San Marino, Misano-Marco Simoncelli.

3 outubro: GP do Japão, Motegi.

10 outubro: GP da Tailândia, Chang.

24 outubro: GP da Austrália, Phillip Island.

31 outubro: GP da Malásia, Sepang.

14 novembro: GP da Comunidade Valenciana, Circuito Ricardo Tormo, Valência (Espanha).

Corridas por reagendar:

GP das Américas, Austin (EUA).

GP da Argentina, Termas de Río Hondo.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG