Mendy deu festa no fim de ano. Clube reprova, jogador pediu desculpa

Clube de Manchester tem seis jogadores infetados com covid-19.

O Manchester City lamentou este domingo o comportamento do futebolista Benjamin Mendy, por organizar uma festa de Ano Novo em sua casa, infringindo o protocolo sanitário existente.

Mendy não seguiu as regras impostas, num momento em que o Manchester City informou também que mais um jogador, Eric Garcia, testou positivo, elevando para seis os casos no plantel às ordens de Pep Guardiola, que conta com três portugueses (Bernardo Silva, João Cancelo e Rúben Dias).

O defesa dos citizens terá convidado um chef, juntamente com mais duas pessoas, amigas da sua companheira, para festejarem na sua casa a passagem de ano, de acordo com informações do jornal The Sun.

Devido à pandemia do novo coronavírus, no norte de Inglaterra é proibido que pessoas de diferentes famílias se misturem em ambientes fechados. "O clube está ciente da quebra no protocolo da covid-19 na véspera de Ano Novo, que envolveu Benjamin Mendy", referiu o City, acrescentando que, apesar de existir alguma informação desadequada na imprensa, está desapontado com o jogador e irá averiguar internamente a situação.

O representante do jogador disse que Mendy compreende que infringiu o protocolo e pede desculpa por isso, tendo já sido testado ao novo coronavírus, com o Manchester City a acompanhar a situação.

Comportamentos reprováveis de mais jogadores no fim de Ano

No sábado, também José Mourinho e o Tottenham mostraram-se desiludidos com Reguilón, Erik Lamela e Lo Celso, que se juntaram nas festividades natalícias, num encontro em que esteve também presente Manuel Lanzini, que mereceu iguais críticas do seu clube, o West Ham.

Durante a semana, o jogo entre Tottenham e Fulham foi adiado devido a vários casos positivos na equipa de Ivan Cavaleiro, bem como a receção do Everton ao Manchester City, e no sábado foi decidido adiar o jogo de hoje entre Burnley e Fulham.

O Fulham, que teve estes dois últimos jogos adiados, está a investigar também uma alegada quebra de protocolo, depois de terem aparecido nas redes sociais fotografias do sérvio Aleksandar Mitrovic com o seu compatriota Luka Milivojeviv, e as respetivas famílias, na noite de passagem de ano.

O Reino Unido contabiliza 74 570 mortos, em mais de 2,5 milhões de casos de infeção.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG