Exclusivo O miúdo que quer ser melhor do que Ronaldo e Figo e campeão pelo Sporting

Na terça-feira vestiu a pele de herói ao marcar os dois golos que eliminaram o FC Porto e puseram os leões na final da Taça da Liga. Chegou à Academia em 2014. Esteve um ano sem jogar, mas o clube não desistiu dele.

Veio de Cabo Verde para jogar no Benfica, fez testes no FC Porto e acabou no Sporting. Este é um resumo da chegada de Jovane Cabral ao futebol português. As versões variam conforme quem conta, mas há uma certeza. Começou a jogar na EPIF, associação de Santiago, a segunda maior ilha de Cabo Verde, fundada em 1991 e transformada em fundação em 2011, que forma jovens futebolistas ao mesmo tempo que contribuiu para a educação cívica, física e desportiva.

Aos 22 anos, Jovane já passou por muito, mas os olhos continuam a brilhar quando vê uma bola e por vezes caem-lhe lágrimas de emoção. Foi o que aconteceu na terça-feira, quando saltou do banco para marcar dois golos ao FC Porto e apurar o Sporting para a final da Taça da Liga -a equipa estava a perder quando ele entrou em campo e deu a volta ao resultado com dois golos em oito minutos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG