Jorge Jesus elogia Gonçalo Ramos e reclama louros da sua evolução

O treinador do Benfica garantiu que o avançado de 20 anos vai ser titular esta terça-feira com o Spartak Moscovo, no jogo da segunda mão da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

Jorge Jesus, treinador do Benfica, atribuiu esta segunda-feira a melhoria de rendimento de Gonçalo Ramos ao ano de trabalho que leva sob o seu comando e considerou essa evolução "normal", tal como a da equipa.

Em conferência de imprensa de antevisão do jogo frente ao Spartak Moscovo, da segunda mão da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões, o técnico voltou a elogiar o rendimento do avançado de 20 anos frente ao Moreirense e garantiu que voltará a ser titular na terça-feira, desde que esteja bem fisicamente.

"Se o Gonçalo Ramos estiver recuperado fisicamente, é ele que vai jogar", adiantou Jorge Jesus, lembrando que o avançado formado no Benfica "foi o jogador que mais correu" em Moreira de Cónegos, especialmente a partir do momento em que a equipa ficou reduzida a 10 jogadores, após a expulsão de Diogo Gonçalves, no decorrer da segunda parte.

"É muito difícil um ponta-de-lança correr quase 13 quilómetros. A equipa ficou com menos um jogador e ele ajudou a equipa até estar esgotado fisicamente. E isso tem consequências para amanhã [esta terça-feira]", concluiu o técnico.

A evolução do avançado, no entanto, "é normal", assim como a de toda a equipa e "há uma justificação para isso", no entendimento de Jesus, uma vez que "há um ano de trabalho" e "um conhecimento melhor da equipa", o que "acrescenta uma identificação melhor".

"É normal esta evolução, não só do Gonçalo, mas de toda a equipa. Está a trabalhar comigo há um ano. Mal de mim se não tivesse capacidade para evoluir os jogadores que estão a trabalhar comigo. Ainda agora o Lucas Veríssimo disse que hoje está mais jogador porque conhece as ideias da equipa e do treinador", exemplificou Jesus.

O técnico referia-se às declarações do defesa-central que, instantes antes, falou também à imprensa para dizer que a segunda mão da eliminatória com o Spartak Moscovo "não vai ser fácil", apesar da vitória por 2-0 alcançada pelas 'águias' na primeira mão, mas acabou por avaliar também a sua subida de rendimento neste início de época.

"Acredito que esse resultado individual passa também pelo coletivo da equipa, em que conheço mais os meus companheiros, o trabalho do mister e tudo isso favorece esse crescimento individual", assumiu Lucas Veríssimo.

O brasileiro mostrou-se ainda confiante de que vai chegar à partida de terça-feira "a 100% e sem problema nenhum", para ajudar a equipa a passar aos 'play-off', apesar da sobrecarga física dos últimos jogos, em que cumpriu 90 minutos na primeira mão, frente aos russos, e, no sábado, na primeira jornada do campeonato.

"A Liga dos Campeões é uma competição muito grande, em que todos os jogadores querem estar. E o Benfica, um clube deste tamanho, tem de estar nessa competição. É um objetivo nosso e vamos lutar para o conseguir", prometeu o defesa.

Jesus cauteloso apesar da vantagem na eliminatória

Jorge Jesus desejou ainda que o Benfica passe a pré-eliminatória da Liga dos Campeões, mas também que Rui Vitória seja muito feliz no Spartak Moscovo, adversário dos encarnados na terça-feira.

Jesus lembrou que "estão em confronto dois interesses" e que quer "é ganhar", independentemente do que isso possa afetar o futuro profissional do seu rival, mas desejou que tudo lhe corra pelo melhor, exceto frente aos encarnados.

"Sempre disse e volto a dizer, quero que o Benfica passe e que o Rui Vitória continue no Spartak, que seja muito feliz e ganhe os títulos que tenha de ganhar na Rússia, porque isso é bom para a divulgação do treinador português", atirou Jorge Jesus.

O técnico, de resto, advertiu que o adversário de terça-feira "tem uma segunda hipótese" de inverter a derrota sofrida em casa, por 2-0, e pode "acreditar num resultado favorável" na Luz, mas frisou que o Benfica vai "tentar que isso não aconteça" e tem "todas as condições para passar a eliminatória".

"A vantagem do primeiro jogo não nos garante nada em termos de passagem de eliminatória. Para passar, tens de ganhar ou não perder por mais de dois golos. Vamos tentar fazer com que a nossa equipa jogue como fez em Moscovo, onde fez um jogo espetacular a todos os níveis e espero que tenha o mesmo comportamento, sabendo que o adversário não tem nada a perder", comentou Jesus.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG