Jesus defende que jogo do Benfica com o Santa Clara devia ter sido adiado

O treinador do Benfica considera que a Federação Portuguesa de Futebol devia fazer "a defesa do futebol português" devido à chegada tardia de Otamendi e Lucas Veríssimo das respetivas seleções, antes da partida dos Açores e a deslocação a Kiev.

Jorge Jesus, treinador do Benfica, disse esta sexta-feira que o desafio de sábado (18.00 horas), frente ao Santa Clara, nos Açores, devia ter sido adiado, em "defesa do futebol português", uma vez que se disputa poucos dias após os jogos das seleções nacionais.

Em conferência de imprensa de antevisão do encontro da 5.ª jornada da I Liga, Jorge Jesus lembrou que, por exemplo, os defesas centrais Otamendi e Lucas Veríssimo "jogaram esta madrugada" pelas suas seleções e admitiu que chegou a falar com a estrutura dos encarnados no sentido de adiar o encontro.

"Não tenho dúvidas nenhumas de que deveria ser adiado", atirou o treinador do Benfica, antes de confirmar com o assessor de imprensa da equipa principal, Nuno Farinha, se o clube teria ou não solicitado a alteração da data do encontro. Perante a indicação negativa, Jorge Jesus revelou que essa "foi uma conversa" que teve "com as pessoas ligadas à estrutura", face também ao "jogo de muita importância" na terça-feira, em Kiev, da primeira jornada da Liga dos Campeões, e apontou responsabilidades à Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

"Isso [adiar o jogo com o Santa Clara] era uma defesa do futebol português e um sinal ao qual a FPF também deveria estar atenta. Mas não foi e, como não foi, vamos ter de jogar nos Açores e prepararmo-nos dentro do possível para aparecermos nas melhores condições", resignou-se.

Sobre os jogadores que estiveram nas seleções, as maiores preocupações de Jesus recaem, precisamente, sobre o argentino Otamendi e o brasileiro Lucas Veríssimo, que disputaram partidas na América do Sul e viajaram apenas na última madrugada para Portugal.

Ainda assim, o treinador dos encarnados revelou que ambos os jogadores estão aptos "em termos clínicos e têm viagem marcada para os Açores", mas admitiu que poderá não utilizar os dois no encontro frente ao Santa Clara, deixando uma pista sobre a gestão que fará do esforço dos atletas. "Fisicamente, o feedback deles vai ser importante para mim. Mas há aqui um senão entre os dois: enquanto o Lucas Veríssimo não pode estar em Kiev [vai cumprir castigo], Otamendi pode jogar em Kiev. E isso é muito importante para eu fazer o meu juízo de valor", assumiu.

Caso mantenha o registo 100% vitorioso no campeonato, a equipa de Jorge Jesus reforça a liderança e ganha pontos a, pelo menos, um dos rivais diretos na luta pelo título, Sporting e FC Porto, que de defrontam mais tarde, às 20.30, no Estádio José Alvalade.

Apesar de admitir que isso "é um facto", Jesus frisou que está preocupado apenas "com a equipa do Santa Clara e a sua qualidade". "O que importa estar a pensar nos rivais? Tens é de te focar no teu jogo, vais ter um jogo difícil, de exigência máxima e sabes que para atingires os teus objetivos tens de pensar em ti e não nos outros. É isso que faço. Não estou muito preocupado com isso [o resultado do 'clássico']", desvalorizou o treinador do Benfica.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG