Espectador morre no rali de Portugal. INEM teve de fazer parte do percurso a pé

Homem sentiu-se mal

Um espectador que se tinha deslocado até à zona do Bosque dos Avós, Amarante, para assistir ao rali de Portugal, morreu esta manhã, depois de se ter sentido mal.

O alerta chegou ao INEM às 10.50, dando conta de uma vítima em paragem cardiorrespiratória, tendo chegado também a informação de que o homem estaria a ser assistido por uma enfermeira no local.

Segundo o INEM, foram de imediato acionados os meios que se encontravam mais próximos da vítima, mas o acesso das viaturas por via terrestre não se revelou possível, dado o local onde a vítima se encontrava. "Quer o afluxo de espetadores quer de veículos estacionados impossibilitaram a progressão das viaturas de emergência no terreno, tendo a equipa com capacidade de Suporte Básico de Vida conseguido chegar junto da vítima, mas apenas após fazer uma parte considerável do percurso a pé."

O helicóptero do Automóvel Club de Portugal (ACP) também foi acionado às 1054, salienta o INEM, em comunicado, tendo aterrado no local às 11.19.

Segundo o JN, o homem, de 57 anos, teria chegado de bicicleta, com amigos.

O INEM tinha uma operação montada para garantir a prestação de cuidados de emergência médica no rali, com 100 profissionais envolvidos.

Mais Notícias