Citroen despede piloto após acidente no rali de Portugal

Kris Meeke teve de ser evacuado de helicóptero para o hospital, na prova portuguesa

O violento despiste em Amarante, durante o recente rali de Portugal, foi a gota de água para a Citroen. A marca francesa decidiu excluir o piloto britânico Kris Meeke do restante calendário deste Mundial de ralis, devido "ao excessivo número de acidentes".

"Não foi uma decisão fácil de tomar, porque afeta um piloto e um co-piloto, mas é largamente fundamentada em questões de segurança, que devem ser a minha preocupação enquanto diretor da equipa", justificou Pierre Budar, da Citroen.

O comunicado da Citroen sublinha os muitos acidentes já protagonizados por Meeke, "alguns dos quais particularmente perigosos e que poderiam ter tido consequências para a segurança da tripulação".

Meeke, de 38 anos, é atualmente o oitavo classificado do Mundial, com 43 pontos

Mais Notícias

Outras Notícias GMG