Cavani suspenso três jogos por utilizar expressão racista

A Federação Inglesa aplicou ainda uma multa de 111 mil euros ao jogador do Manchester United, que vai ainda ter de frequentar uma ação de formação educacional.

O avançado uruguaio Edinson Cavani foi castigado com três jogos de suspensão por utilizar um termo em espanhol sobre negros, que o avançado do Manchester United classificou de afetuoso, informou esta quinta-feira a Federação Inglesa de Futebol (FA).

Além dos três jogos afastado dos relvados, o companheiro de Bruno Fernandes nos red devils foi multado em pouco mais de 111 mil euros e vai marcar presença numa ação de formação educacional, por ter violado as regras da FA, uma vez que o comentário do internacional uruguaio foi considerado "insultuoso, abusivo, impróprio e uma violação agravada, por incluir referências expressas ou implícitas à cor e/ou raça e/ou origem étnica".

A mensagem "gracias, negrito" foi publicada pelo ponta-de-lança na rede social Instagram, após o triunfo (3-2) do Manchester United em Southampton, em outubro passado, num encontro da Premier League em que marcou dois dos três golos da equipa.

O clube de Manchester deu conta do pedido de desculpas do seu jogador, de 33 anos, que não vai contestar o castigo, embora considere ter sido mal interpretado.

"Apesar da sua crença honesta de que estava simplesmente a enviar um agradecimento afetuoso em resposta a uma mensagem de parabéns de um amigo próximo, ele [Cavani] optou por não contestar a acusação por respeito e solidariedade à FA e à luta contra o racismo em futebol", indicou o Manchester United, em comunicado.

Cavani vai falhar as partidas diante do Aston Villa, a contar para a 17.º jornada da Premier League, Manchester City, referente à meia-final da Taça da Liga, e Watford, da terceira eliminatória da Taça de Inglaterra.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG