Audur Ava Olafsdóttir: “Não nascemos mães ou pais, é algo que temos de aprender”

Um homem convencional perde tudo. Separa-se da mulher de sempre, descobre que não é o pai de biológico da rapariga que sempre pensou e parte para arrumar de vez a vida. A história masculina sobre o arquétipo do islandês é contada, por contraste, pelas mulheres da vida daquele homem, no novo e premiado livro Hotel Silêncio [Editora Quetzal, €14,90]. É assim que a autora Auður Ava Ólafsdóttir, de 61 anos, natural de Reiquiavique quer contar histórias, varrendo para longe qualquer detalhe autobiográfico. De voz calma e pausada, Auður, professora de História da Arte na Universidade da Islândia e diretora da […]

Para saber mais clique aqui: www.delas.pt

Mais Notícias

Outras Notícias GMG