Morreu Stephen Sondheim, lenda dos musicais norte-americanos

O compositor Stephen Sondheim, lenda da música norte-americana que escreveu o musical West Side Story, morreu aos 91 anos, adiantou fonte próxima do artista ao jornal The New York Times.

Segundo o seu advogado, Stephen Sondheim morreu repentinamente na manhã de sexta-feira na sua habitação em Roxbury, Estado do Connecticut, após ter celebrado na véspera o Dia de Ação de Graças junto de amigos.

Sondheim foi uma das figuras mais importantes do teatro musical do século XX e recebeu elogios por ter reinventado os musicais norte-americanos.

Desde os seus primeiros sucessos no final dos anos 1950, quando escreveu as letras de West Side Story e Gypsy, até aos anos 1990, quando escreveu as letras de Assassins e Passion, Stephen Sondheim foi uma força teatral "implacavelmente inovadora", destaca o The New York Times.

O seu trabalho juntava palavras e músicas de uma forma que realçava as duas formas de arte.

As décadas de 1970 e 1980 foram o seu período mais produtivo, onde criou uma série de obras surpreendentemente originais e variadas como Company (1970), Follies (1971), A Little Night Music (1973), Pacific Aberturas (1976), Sweeney Todd (1979), Merrily We Roll Along (1981), Sunday in the Park With George (1984) e Into the Woods (1987).

Ele também participou em diversas bandas sonoras de Hollywood, e ganhou o Oscar de canção original em 1991 por "Sooner or Later (I Always Get My Man)", cantada por Madonna no filme "Dick Tracy".

Além do musical, há outras versões de "West side story", da ópera ao ballet. Mas uma das mais famosas é o filme, de 1961, de Jerome Robbins e Robert Wise, protagonizada por Natalie Wood, que venceu dez Óscares.

O filme vai ganhar um remake em dezembro de 2021 , realizado por Steven Spielberg e com Ansel Elgort e Rachel Zegler como protagonistas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG