Exclusivo Luta Livre: música de intervenção para o século XXI

Músico ligado a nomes como Peste & Sida, Despe e Siga, Linha da Frente, A Naifa ou Fandango, Luís Varatojo está de regresso com um novo projeto, que mistura jazz e rock com um discurso de intervenção social e político cada vez mais em desuso - mas nem por isso menos atual.

É cada vez mais raro encontrar um discurso assim, tão direto e acutilante, sem medo das palavras, como aquele a que Luís Varatojo dá voz no novo projeto Luta Livre, cujo álbum de estreia, Técnicas de Combate, foi lançado na sexta-feira. Mais ainda porque as letras, ou antes, os textos, quase sempre mais declamados do que cantados, são todos baseados em histórias e factos reais, compilados da imprensa ao longo de dois anos pelo músico outrora pertencente a Peste & Sida, Despe e Siga, Linha da Frente, A Naifa ou Fandango, das quais resultaram temas com títulos tão sugestivos como Política, Ninguém Quer Saber, Iniquidade, O Problema É o Sistema ou Escravo do Patrão.

Com produção do próprio Luís Varatojo, foi gravado entre janeiro de 2019 e outubro de 2020 e conta com a participação de vários convidados, como o Coro Gospel Collective, o saxofonista Ricardo Toscano, Kika Santos, João Pedro Almendra (seu antigo companheiro nos Peste & Sida), entre outros.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG