Estrela de 'Saved by the Bell', Dustin Diamond, morre de cancro aos 44 anos

Ator diagnosticado com cancro maligno há apenas três semanas.

O ator norte-americano Dustin Diamond, conhecido por interpretar o nerd Screech na série de TV "Saved by the Bell", morreu esta segunda-feira, aos 44 anos, confirmou o seu agente. Há poucas semanas tinha descoberto que estava doente.

"Foi-lhe diagnosticada esta forma brutal e implacável de cancro maligno há apenas três semanas. O cancro conseguiu espalhar-se rapidamente por todo o organismo", disse o agente Roger Paul à AFP. "Dustin não sofreu, não teve dores. Por isso, estamos gratos", acrescentou.

Dustin Diamond, natural da Califórnia, lançou a sua carreira com "Good Morning, Miss Bliss", uma série sobre estudantes que durou apenas uma temporada, mas que gerou "Saved by the Bell", que lhe deu o papel mais famoso.

Exibida pela cadeia de televisão NBC, a série estreou em 1989, durou quatro temporadas, teve 86 episódios e alcançou grande popularidade fora dos EUA, incluindo em Portugal. Passou na então recém-nascida TVI, em 1993, e chamava-se "Já Tocou!"

A história contava o quotidiano dos alunos de um colégio imaginário de Los Angeles, o Bayside High School. Dustin Diamond interpretou Samuel "Screech" Powers, um aluno com preocupações e reflexões inusitadas, um contraponto perfeito a Zack Morris (Mark-Paul Gosselaar), o protagonista (e galã) da série. Do elenco faziam ainda parte Mario Lopez, Tiffani-Amber Thiessen e Elizabeth Berkley, que reagiram nas redes sociais à morte do ator.

"Estou profundamente triste com a notícia de que o meu antigo colega morreu. A vida é extremamente frágil e é qualquer coisa que nunca devíamos dar por garantida", escreveu Tiffani Amber-Thiessen.

Mark-Paul Gosselaar disse. no Twitter, que o Dustin Diamond era "um génio da comédia". "Quando recordo o tempo em que trabalhámos juntos. vou sentir saudades daqueles momentos crus e brilhantes que apenas ele conseguia produzir".

Mário Lopez, também no Twitter (e publicando uma foto com Dustin Diamond) lembrou "a fragilidade da vida que nunca se pode tomar por garantida".

Além de alguns spinoffs de "Saved by the Bell" e filmes para televisão, Dustin Diamond nunca teve grandes papéis.

Em 2009, lançou um livro - "Behind the Bell" - que continha algumas histórias dos bastidores das filmagens da série. Mais tarde, Dustin Diamond admitiu que algumas tinham sido inventadas.

Voltou a ser notícia em 2015 quando foi condenado a quatro meses de prisão por porte de arma escondida e conduta desordeira na sequência do seu envolvimento num esfaqueamento num bar. Foi libertado no início do ano seguinte, por bom comportamento.

Nos últimos anos, Dustin Diamond trabalhou como comediante de stand-up e apareceu em vários reality shows.

"Estamos cientes de que Dustin não é respeitado pela maioria. Tem um histórico de acidentes, de eventos infelizes", disse o seu agente esta segunda-feira. "Queremos que o público entenda que ele não foi intencionalmente malévolo. As suas ações, embora censuráveis, decorreram da perda e da falta de conhecimento de como processar essa dor de maneira adequada", acrescentou.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG