Exclusivo A longa vida de Bulb inspirou filme e os parabéns de um presidente americano

O final do século XIX e o início do século que lhe sucedeu, entregaram uma Segunda Revolução Industrial à Europa e América do Norte. Neste contexto, a indústria elétrica prosperou. Novas e duradouras lâmpadas incandescentes conquistavam mercado. Uma, entre elas, a Centennial Bulb, tornou-se símbolo da perenidade do desenvolvimento americano, mas também pretexto para sustentar a teoria da obsolescência programada.

O dealbar do século XX assistiu ao nascimento da Comunidade da Austrália, após os seis estados da Coroa Britânica daquele território acordarem na constituição de uma federação. Estava-se a 1 de janeiro de 1901, mês aziago para a coroa britânica. Após 63 anos de reinado, Vitória do Reino Unido falecia aos 81 anos, no vigésimo segundo dia do mês inaugural do calendário. Ainda em 1901, os Estados Unidos da América, saudavam, em março, o segundo mandato do Presidente William McKinley. A 6 de setembro do mesmo ano, McKinley entrava para a funesta lista de presidentes norte-americanos assassinados, depois de Abraham Lincoln, em 1865, e James A. Garfield, em 1881. Após oito dias, William McKinley soçobrou aos ferimentos causados pelo atentado que sofrera durante a visita à Exposição Panamericana. Sucedeu-lhe, no cargo maior do governo americano, Theodore Roosevelt, até então vice-presidente.

Nesse mesmo ano de 1901, os Estados Unidos celebravam as maravilhas da invenção da iluminação elétrica, com uma rede de abastecimento de eletricidade que robustecia a economia da Segunda Revolução Industrial, com as suas indústrias química, do petróleo e do aço, a produção em linha de montagem, a invenção do motor a combustão interna, entre outros traços de um novo mundo. Thomas Edison, empresário e inventor, nascido em 1847, no Ohio, corporizou as novas ambições do final do século XIX, início do século XX. À invenção do fonógrafo e do cinematógrafo, Edison juntou o aperfeiçoamento do telefone, da máquina de escrever, e de alimentos empacotados em vácuo.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG