Ponte de Lima convida artistas do Norte a retratar ao vivo o património da vila

A vila de Ponte de Lima vai juntar, no sábado, 6 de agosto, cerca de 30 artistas do Norte desafiados pela Câmara local a reproduzirem, ao vivo e em pleno centro histórico, "o património material e imaterial" do concelho.

Em declarações hoje à agência Lusa o vereador da Educação e do Turismo Paulo Sousa explicou que o lançamento da primeira edição da iniciativa Arte na rua - pintores à solta em Ponte de Lima resultou de "um desafio do grupo de artistas que organizou uma exposição de poesia ilustrada que esteve patente na biblioteca municipal".

"O objetivo é recolher diferentes perspetivas artísticas do nosso centro histórico, em concreto do nosso património, possibilitando que a população local e os visitantes possam assistir ao processo de conceção artística até ao resultado final", referiu Paulo Sousa.

Além de permitir "a observação direta dos criadores, a trabalhar num estúdio improvisado ao ar livre, o público vai ainda poder trocar experiências com os artistas".

Paralelamente, acrescentou aquele responsável, "a Câmara está a promover o turismo cultural, quer junto da comunidade artística, quer do produto artístico que resulta da conceção das obras junto dos visitantes".

Segundo Paulo Sousa, "o património a retratar será selecionado pelos artistas participantes".

A iniciativa tem já confirmadas as presenças de Fátima Granja, Fátima Miranda, António Miranda, Monteiro da Silva, Madalena Macedo e António Fernando Leite Machado, de Barcelos.

João Marrocos e Joel Correia, de Caminha; Vítor Carneiro, de Santo Tirso, Mário Rebelo de Sousa, Vila Praia de Âncora, Alice Castro, de Esposende; Camilo de Lellis, de Famalicão, e Flor Rocha, do Porto são outros dos artistas que vão participar no evento.

Os trabalhos que resultarem deste evento serão posteriormente expostos na Torre da Cadeia Velha, naquela vila.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG