Premium O rato em que todos querem pôr a mão

Inventado há mais de meio século, o rato permanece um dos mais bem-sucedidos meios para interagir com os computadores. E nem os ecrãs táteis serão capazes de os substituir totalmente.

"Todos nascemos com o melhor dispositivo apontador - os nossos dedos." Quando, a 9 de janeiro de 2007, Steve Jobs mostrou ao mundo o primeiro iPhone, foi assim que o guru da Apple descreveu a nova forma de interagir com o aparelho: gestos sobre um ecrã, "o mais revolucionário interface desde o rato".

Mestre quase inigualável no marketing, Jobs conseguiu nesta apresentação dar a entender que o ecrã tátil era uma invenção sua (na realidade, surgiu pela primeira vez em 1982, na Universidade de Toronto) e passar a ideia de que em breve todos os outros meios de interação com as máquinas se tornariam obsoletos.

Ler mais

Mais Notícias