Exclusivo Cuidado com o génio

Não faltam exemplos de maus génios. Maus, mauzinhos e maus feitios. A genialidade vem muitas vezes associada à falsa modéstia e a ainda menor capacidade de aturar o mundo.

"Nunca saio de casa sem me vestir como uma estrela de cinema. Se querem ver a vizinha do lado, vão à porta ao lado!" A desconcertante declaração foi proferida, em plena idade dourada de Hollywood, por Joan Crawford, toda ela lamés, vison e pestanas quilométricas, mas poderia ter vindo igualmente da desdenhosa boca da sua arquirrival Bette Davis ou ainda de Barbara Stanwyck, Elizabeth Taylor, Marlene Dietrich, entre outras. As vedetas do espetáculo há muito que criaram o padrão que associa fama e talento ao direito a ser insuportável, umas vezes por estratégia mediática, outras por inevitabilidade natural, mas, bem vistas as coisas, essa característica é partilhada também por celebridades do desporto, das artes e até da política. Para deleite do público, que aprecia uma boa história... sem moral alguma.

Divismos

Mais Notícias

Outras Notícias GMG