Premium Bona, cidade que celebra Beethoven

Ultrapassou o facto de ser a "ex" capital da Alemanha mas não esquece o seu filho mais ilustre: durante todo o ano. Bona volta a assumir um papel principal para celebrar o 250.º aniversário do nascimento de Ludwig van Beethoven.

Há décadas que Bona não dava tanto que falar, mais concretamente desde que deixou de ser a capital do país, em 1991, na sequência da reunificação. Era-o desde 1949, à época uma cidade pequena e discreta subitamente promovida a principal por um motivo bastante prático: ao que consta, o então chanceler Konrad Adenauer residia por perto e terá usado a sua influência para evitar deslocações.

Passar a ser a "ex" capital não se avizinhava fácil e temeram-se consequências sérias como o desemprego, mas a mudança seria atenuada com a concessão de um fundo estatal, a manutenção de alguns serviços públicos e a instalação de importantes departamentos da Organização das Nações Unidas, como é o caso do Secretariado da Convenção-Quadro para as Alterações Climáticas. Bona sobreviveu, está de boa saúde e recomenda-se, sobretudo neste ano, o do 250.º aniversário do mais querido filho da terra.

Ler mais

Mais Notícias