Daniel Deusdado

A TAP é o princípio do fim de António Costa

No princípio era o verbo. No final há de ser a dívida, estratosférica. Pode António Costa sobreviver a mais esta gigantesca hecatombe tendo debaixo dos pés um Governo minoritário, sequestrado por uma Gerigonça que vota sempre por mais despesa? Nenhum português ficará incólume às consequências de uma tragédia económica tão gigantesca como a da TAP onde, só na primeira tranche, entram 1200 milhões de euros para serem praticamente engolidos de imediato pelos prejuízos deste ano. Junte-se a isto a despesa inquantificável para o SNS e apoio social da covid-19, e não há palavras para explicar o que nos aconteceu em tão pouco tempo.

Daniel Deusdado

V Digital

Fabiano Bonafé e Fulvio Amaral vivem no Brasil e partilham os medos e receios em relação à pandemia de

O descontrolo da pandemia num Brasil de contrastes e governado por um presidente homofóbico

O Brasil de Jair Bolsonaro ultrapassou os 800 mil casos de infeção e é o segundo país do mundo com mais mortos por Covid-19. Fabiano Bonafé e Fulvio Amaral vivem o presente com o receio pela segurança das famílias. Ao fim de cinco anos de namoro à distância, a pandemia e o teletrabalho deram-lhes a possibilidade de viver debaixo do mesmo tecto durante os dias de confinamento. Juntos fazem o diagnóstico de um país de contrastes profundos e falam-nos também de como é assumir um relacionamento homossexual num país governado por um presidente homofóbico.