Opinião

Mário Avelar

"O maior escritor do nosso tempo"

Em Junho de 2018, a Sociedade de Geografia de Lisboa acolheu a terceira conferência da John Dos Passos Society, à qual o Diário de Notícias prestou particular atenção. Um dos painéis foi dedicado à presença deste autor nos planos de estudo das instituições universitárias por esse mundo fora, nos Estados Unidos em particular. Durante a troca de experiências radicadas em contextos muito distintos, foi identificado o exemplo português, no qual, após uma já remota presença em cursos de licenciatura, a obra de Dos Passos foi mais recentemente objecto de investigação em vários projectos de doutoramento.

Mário Avelar

Rute Agulhas

Sexo no comboio, discriminação da mulher e educação sexual

O vídeo viral sobre três jovens (ou jovens adultos) a manter comportamentos sexuais explícitos durante uma viagem de comboio tem sido sobejamente falado e dispensa quaisquer apresentações. Muitos viram até ao fim, outros tantos ficaram a meio e outros, ainda, denunciaram o vídeo. Alguns partilharam com amigos e não amigos. E depois existe aquela franja de pessoas que não se limitou a ver, apagar, denunciar ou partilhar. Tinham que fazer comentários depreciativos.

Rute Agulhas

Mais atualidade

Viriato Soromenho-Marques

Duas lições de Vénus

Causou sensação mediática a revelação da descoberta da molécula fosfina na atmosfera de Vénus, por parte de uma equipa multidisciplinar de cientistas. Contudo, mais do que uma descoberta, trata-se da identificação de uma hipótese: a fosfina poderia (falta prová-lo) ser um indicador da existência em Vénus de micro-organismos elementares, capazes de sobreviver sem oxigénio. Sem retirar valor à nova hipótese, julgo que ela vale, sobretudo, por duas outras razões que ficaram ausentes das notícias: a constatação da imensa solidão humana no universo e o que Vénus já nos ensinou sobre o futuro da Terra.

Viriato Soromenho-Marques

Adriano Moreira

Os norte-americanos negros

Entre os numerosos problemas ameaçadores da vida habitual dos brancos que anunciaram a ocidentalização do globo, são frequentes as questões suscitadas pela assumida visão da história, que agora parece orientar intervenções de destruição de monumentos, talvez tendo como referência significativa atirar com a estátua de Colombo ao mar. Não é apenas naquela região que estão a verificar-se ações que parecem inspiradas pelo que se vai chamando populismo, uma expressão que deve investigações valiosas ao professor José Pinto, mas que não consegue abranger toda a ação do atual Governo dos EUA. O ganho da presidência de Trump, que nunca executara funções políticas, foi uma ação, facilmente considerada populista, mas, assumindo o poder, aquilo que aconteceu foi confirmar o dito de Canovan, que considerou o populismo uma sombra da democracia que pretende dominar. Neste período mais dominado pela destruidora covid-19, acontece que todo o processo parece mais utilizador do Estado espetáculo de Schwartzenberg. Uma das primeiras demonstrações está na questão do muro impeditivo das migrações, de custo financeiro transferido para sul.

Adriano Moreira

Victor Ângelo

O presidente Trump e as Nações Unidas

O nome do laureado com o Prémio Nobel da Paz deste ano será anunciado a 9 de outubro. A lista de candidatos conta com 318 nomes, um número impressionante. Ao que parece, o nome de Donald Trump estaria incluído no rol dos nomeados, o que não é impossível, pois um membro do seu governo, do Congresso ou qualquer outra personalidade, têm a faculdade de nomear. O facto é que o presidente veria com muito agrado a atribuição do Nobel. Calhava que nem ginjas, menos de um mês antes da eleição presidencial.

Victor Ângelo

Especiais DN

Uma imagem que não era comum em Esch-sur-Alzette: homens sem sítio para dormir

"Eu, escravo". Trabalhadores acusam empresário português

Eram pedreiros, estavam desempregados, um deles tem 63 anos. Responderam há semanas a um anúncio de jornal em Portugal que lhes prometia casa, comida e descontos no Luxemburgo. Dizem que se depararam com salários abaixo do mínimo, 60 horas de trabalho semanais, habitações sobrelotadas, até espancamentos. Apareceram no centro de Esch esta semana, dizendo que tinham fugido. E contaram isto. Originalmente publicado no jornal luxemburguês Contacto.

Chegou e venceu. Até onde vai André Ventura?

Chegou e venceu. Até onde vai André Ventura?

Extrema-direita ou apenas populista? Passado pouco mais de um ano de ser criado e de ter conseguido eleger um deputado, o Chega surge nas sondagens como terceira força política no espectro parlamentar e André Ventura em segundo lugar nas intenções de voto para as presidenciais. A história de um partido que atacou os ciganos, este sábado reelegeu o líder com 99,1% dos votos e referendou a pena de morte. [Notícia atualizada à 01.45 com resultados das diretas]

V Digital

Fernando Alves comemora 50 anos de rádio

Um serão inquieto a falar da paixão pela rádio

Os cinquenta anos de Rádio de Fernando Alves foram o pretexto para reunir um grupo de velhos e novos amigos para falar sobre Rádio: que se perdeu nos últimos anos? O que se ganhou? Para onde vai, a tão amada Rádio? Fernando Alves e Pedro Pinheiro receberam Adelino Gomes, coordenador do primeiro curso de formação da TSF; Francisco Sena Santos, a voz do primeiro noticiário da TSF; Carlos Andrade, antigo diretor da TSF; Agostinho Pereira de Miranda, o "Rei da Rádio"; André Cunha e Teresa Dias Mendes, jornalistas da TSF, e Rita Figueiras, investigadora. Ana Bravo, aos comandos da emissão, abriu o postigo por onde decorreu este serão inquieto especial que pode ouvir na totalidade aqui.

Apple lança dois Watch: um mede o oxigénio no sangue, o outro é "low-cost"

Apple lança dois Watch: um mede o oxigénio no sangue, o outro é "low-cost"

Os aficionados da Apple terão uma série de novos produtos por onde escolher a partir das próximas semanas. No seu evento de fim de verão, a marca lançou dois novos relógios inteligentes, Watch Series 6 e Watch SE, um novo iPad Air com autenticação por impressão digital no topo e um iPad de oitava geração com um preço mais baixo. A empresa liderada por Tim Cook, que desta vez apresentou um evento pré-gravado a partir do Apple Park, em Cupertino, também introduziu novos pacotes de serviços, que estarão disponíveis lá mais para o fim do ano. Esta quarta-feira, o novo iOS 14 fica disponível para download e atualização dos iPhone.